Outro país, outra cidade, outro tempo

Este ano desafiámos quatro dramaturgos a escrever dando resposta ao que acontece no dia-a-dia. O tema poderia ser Portugal, 2011 – com a vantagem de, estando ainda a meio do ano, poderem inventar o que quer que fosse. Em paralelo, vamos apresentar textos inspirados no trabalho de Inês d’Orey na série «Porto Interior». Tempo e espaço concretos são os motivos próximos destes textos, numa tentativa de testar a actualidade (e a perenidade) destas novas dramaturgias. Pareceu-nos a única coisa a fazer no ano da evocação do Fazer a Festa – que faria trinta anos nesta edição se vivêssemos noutro país, noutra cidade, noutro tempo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: