O poder imita-se a si próprio

995957

Dose tripla de Shakespeare em Lisboa, com Ricardo III, Hamlet, e A Tempestade, mais um Hamlet para ver em Braga na próxima semana, isto com a crise política em pano de fundo, dão muito que pensar sobre o nosso teatro. Primeira de uma mini-série, esta crítica é sobre o Ricardo de Tónan Quito e companhia. Detalhes sobre as produções em A corcunda de Ricardo e a magia de Próspero e Um Hamlet para dizer adeus a espectáculos como este.

 

 

Anúncios

Os comentários estão fechados.

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: